Bárbara Fernandes  

  • 1
  • 1
1 2


feminismo - Feminista SIM!

Quinta-Feira, 26 de Maio de 2016
Marcador: feminismo Publicado por: Bárbara

               Não consigo mais ficar calada. Não consigo mais ver essas atrocidades e não expressar minha opinião. Chegamos em um estágio da sociedade que eu realmente me questiono se há solução. Depois de saber sobre o estupro coletivo que aconteceu no RJ com uma menina de 16 anos achei pertinente escrever esse texto. SIM! Vai ter textão sim, se não tiver afim, pare de ler por aqui.

Vamos deixar claro uma coisa: estupro não é sexo, é mais uma maneira que os homens usam para mostrar “quem é que manda”. Além disso, estupro é violência, tortura e crueldade. E não adianta colocar a culpa na vítima alegando que ela estava bêbada/drogada/com roupas “inadequadas” ou seja lá como. NÃO IMPORTA. Vocês homens, não tem o direito sobre os nossos corpos, vocês NÃO PODEM fazer com eles o que bem entendem.
Segundo, homens estupradores não são – como muitos pensam – doentes e “vítimas do sistema”. Eles planejam suas ações como qualquer outro CRIMINOSO. Ele escolhe seu alvo e faz aquilo por puro prazer e satisfação pessoal. Torturam e fazem das mulheres meros objetos, como se essas não tivessem sentimentos, não tivessem opiniões ou não sentissem DOR.
Terceiro (o que ao meu ver é o mais alarmante de tudo), a sociedade finge não ver, banalizando a situação ao ponto dela se tornar corriqueira. E quando ela é ESCANCARADA pelas feministas – afinal, a mídia só mostra os casos extremos – essas são julgadas (mais uma vez) e acusadas de “querer aparecer à custa dos outros”. Mas não, nós só queremos mostrar uma cultura embutida na sociedade e fazer justiça. Queremos mostrar que isso é real e acontece aos montes para ver se as pessoas se mobilizam e tomam alguma atitude. NÓS NÃO VAMOS NOS CALAR. Vamos defender umas às outras até reverter esse quadro.
Para você, que me conhece, ou conhece alguma outra feminista e acha que isso é bobagem, que somos do “mimimi” e que não temos razão para tal posicionamento: repense, pesquise, se informe. E se você é mulher e diz “o feminismo não me representa”, deixo meu sincero pesar: um dia você precisará de nós, um dia você vai ser assediada – porque todas somos, todos os dias – seja através de um assovio, através de uma “cantada sem má intenção”, seja por uma passada de mão na balada ou por uma atrocidade como o estupro.

Homens, por favor. Não tentem fingir que entendem como nós nos sentimos. Vocês não têm que pensar para se vestir, pois suas pernas amostras não são um símbolo sexual. Vocês não têm que ponderar qual caminho vão fazer, pois seus corpos não são uma ameaça contra vocês mesmos. Vocês não precisam ficar calados, porque nunca serão subjugados, desrespeitados ou violentados.

 







Bárbara Fernandes

Site jovem sobre moda, cultura e beleza escrito por Bárbara Fernandes - modelo, 19 anos e estudante de jornalismo. Conecte-se!

...






Instagram



Facebook




Google +





website: www.blogdabah.com.br
email: barbarasofernandes@hotmail.com
facebook: https://www.facebook.com/sitebarbarafernandes
instagram: www.facebook.com/blogdabah

Últimas Postagens:

- São Paulo Fashion Week 2016 traz desfiles inovadores e o início da desconstrução do padrão estético imposto pela moda
- Mulheres, atletas olímpicas e campeãs
- A luta das mulheres pelo pódio e pelo espaço olímpico
- O match da estação
- Feminista SIM!